JC Mobile e sistema colaborativo

O Sistema Jornal do Commercio de Comunicação – SJCC (do Recife – PE), do portal JC Online, lançou o JC Mobile, um portal com conteúdo para acesso em dispositivos móveis (assista vídeo). Além dos downloads, áudio de gols e fotos e notícias, o JC Mobile traz uma sessão dedicada a colaboração dos internautas através do “Meu JC” e do “Notícia Celular“. Este último é um projeto lançado em 26 de novembro deste ano pela TV Jornal, do mesmo grupo, em que os repórteres registram flagras de acidentes e situações do cotidiano a partir de celulares Nokia N95 de terceira geração. Agora os leitores também poderão, de qualquer parte do mundo, enviar vídeos para exibição na TV Jornal.

Jornalismo 2.0

O livro Jornalismo 2.0, de Mark Briggs, que eu já havia indicado aqui na sua versão original em inglês, acaba de ser publicado em espanhol e português (via GJOL). Um dos capítulos do livro trata do jornalismo móvel. O livro como um todo é uma série de dicas de como lidar com as ferramentas digitais para a prática do jornalismo atual e do futuro. A versão em pdf e Digitalizada está disponível no Knight Center for Journalism, da Universidade do Texas. As versões em espanhol e português podem ser baixadas em PDF. A tradução é prefácio da versão em português trazem a assinatura de Carlos Castilho, da UFSC. Veja alguns trechos do prefácio:

Ao longo de sua história, nunca o jornalismo sofreu mudanças tão radicais e tão aceleradas
quanto as que estão acontecendo agora por conta da Internet. Na verdade, podemos
ressuscitar uma expressão já meio gasta, mas que cai como uma luva no processo em curso:
uma reinvenção do jornalismo.

A digitalização do jornalismo já é uma realidade, embora o novo perfil da profissão ainda esteja em construção. Muitos dizem que ele jamais terá uma cara definitiva, porque a comunicação tornou-se irremediavelmente fluida.

TV digital no celular=portabilidade

Notícia do Globo Online destaca que a portabilidade de assistir tv por dispositivos móveis (principalmente no celular) ainda deve demorar no Brasil. Entretanto, em 2008 chegam os primeiros aparelhos de celular prontos para assistir televisão digital. Um fato importante é que o sistema brasileiro permite o acesso sem necessitadade pagar as operadoras de telefonia pelo uso, como ocorre com os outros serviços de dados como acessar internet e baixar emails. A portabilidade é o grande atrativo da tv digital porque permite que as pessoas assistam tv em qualquer lugar e com qualidade. Como a TV digital brasileira ainda está em processo de expansão (só é assistida por enquanto em São Paulo), a questão da portabilidade acompanha esse processo. Quanto ao ainda vai demorar, imagino que nem tanto. Tudo que se trata de telefonia móvel é rápido…