JC Online transmite debate ao vivo no Recife através de celular 3G e tecnologia Qik

O Sistema Jornal do Commercio, Recife, foi pioneiro no uso da tecnologia 3G no jornalismo brasileiro com a criação, em novembro do ano passado, do projeto “Notícia Celular” da TV Jornal. Uma nova experiência se iniciou ontem no portal JC Online com a transmissão ao vivo do Debate dos Candidatos a Prefeito do Recife com o uso de um celular Nokia N95 e a tecnologia Qik para transmissão em streaming. Hoje foi transmitida entrevista para o Blog do Jamildo com o secretário de Saúde e vice-governador de Pernambuco, João Lyra, falando sobre a crise no setor. O Sistema Jornal do Commercio passa por um processo de convergência voltado para novas mídias e a adoção de celulares como plataforma de produção na TV, Portal e outros veículos do grupo. Este ano foi criada a diretoria de Novas Mídias para coordenar os processos voltados para a comunicação móvel e adoção de ferramentas jornalísticas.

Jornalismo móvel de baixo custo

O prática do jornalismo móvel ou da produção de conteúdo (áudio, vídeo e fotos) tem sido realizada com mais frequência com a utilização de celulares sofisticados como o Nokia N95 devido a qualidade próxima a DVD com câmera de 5 megapixels a exemplo do projeto da agência Reuters. O iPhones entrou na área também. Entretanto, começam a surgir equipamentos mais acessíveis e baratos para finalidades que não exijam um registro de imagens ou vídeos em alta resolução. A Creative, dos Estados Unidos, tem disponível no mercado a Vado Pocket Video. Trata-se de uma câmera de apenas U$S 99 com capacidade de gravação de até uma hora no formato MPEG-4 e AVI com 30 quadros e armazenamento na memória interna de 2GB. É uma câmera bem portátil com peso de 84 gramas e bateria. Há outras opções no mercado com as mesmas características como a Flip e Aipitek que custam menos de U$S 200. Veja uma demonstração da Vado. Uma cobertura jornalística pode perfeitamente ser realizada com uma câmera como esta sem o medo de ser roubado e se perder uma fortuna.

Globomail: melhora e PIORA. Na migração usuários perdem pastas e arquivos

Até que enfim a Globo.com mudou sua plataforma de email (Globomail). Desde 2003 que não havia atualização perdendo espaço para outros serviços de correio eletrônico mais modernos. Seguindo a tendência do IG e do Estadão, que migraram para a plataforma do Gmail, o Globomail se tornou Globomail Pro com 10 gigas de espaço e com a mesma interface do Gmail.Entretanto, um porém: alguns usuários foram pegos de surpresa ao perceber que na migração várias pastas e arquivos sumiram. Como todos sabem o email pessoal é um ambiente onde as pessoas guardam arquivos importantes – pessoal e profissional – da vida moderna. Até o momento a Globo.Com não se pronunciou sobre os problemas e prejuízos causados aos usuários do seu Globomail e não se sabe a dimensão dos estragos. Alguém mais teve problema?

Curso discute Web 2.0 e Mobilidade

Acontece até amanhã, das 15 às 18h, no auditório da FACOM/UFBA, o curso “Tendencias em comunicación móvil y mobile web 2.0: de usos lúdicos a usos empresariales” com o pesquisador Hugo Pardo, professor de Comunicação Audiovisual (Universidade Autônoma de Barcelona) e professor titular do Departamento de Comunicação Digital da Universidade de Vic (Barcelona). Ele também é coordenador do projeto Campus Móvil e autor do livro Planeta Web 2.0 ((faça o download gratuito), que já foi baixado mais de 100 mil cópias.
O curso é realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas através dos grupos de pesquisa GPC (Grupo de Pesquisa em Cibercidades) e GJOL (Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online), da Faculdade de Comunicação da UFBA.
A abertura, ontem, foi feita pelos professores Marcos Palacios (GJOL) e José Carlos Ribeiro (GPC). No primeiro dia, o pesquisador Hugo Pardo apresentou um panorama conceitual e de aplicações da Web 2.0 partindo dos sete princípios norteadores do termo Web 2.0 estabelecidos por O´Reilly em 2004 no artigo “What Is Web 2.0 – Design Patterns and Business Models for the Next Generation of Software” na tentativa de estabelecer uma transição da Web 1.0 para Web 2.0 como fenômeno tecno-social. Entre as aplicações destacas como representantes deste universo 2.0 estão Wikipedia, YouTube, Flickr, WordPress, Blogger, MySpace, Facebook, OhMyNews.
Hoje será abordado no curso a temática “Mobile Web 2.0”. Pardo irá apresentar aplicações e discutirá a questão da mobilidade no acesso e na produção de conteúdo num cenário de web móvel.

Curso sobre Comunicação Móvel e Web 2.0

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, em conjunto com os grupos de pesquisa, GPC (Grupo de Pesquisa em Cibercidades e GJOL (Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online), da Faculdade de Comunicação da UFBA realizarão nos dias 19, 20 e 21 de agosto, em seu auditório, no horário das 15 às 18 horas, o Seminário “TENDENCIAS EM COMUNICACIÓN MÓVIL Y MÓBILE WEB 2.0. DE USOS LÚDICOS A USOS EMPRESARIALES“.
Tem como convidado, Hugo Pardo, Prof. Dr. em Comunicação Audiovisual (Universidade Autônoma de Barcelona). Ele é professor Titular do Departamento de Comunicação Digital da Universidade de Vic (Barcelona, Espanha), coordenador do Projeto Campus Móvil, autor do livro “Planeta Web 2.0. Inteligencia colectiva o medios fast food“. O seminário visa apresentar um panorama preciso do momento atual de desenvolvimento da Web 2.0, especialmente em relação a sua convergência com os dispositivos comunicacionais móveis. As inscrições serão efetivadas no primeiro dia do evento.

Entrada franca
Informações: NICOM/FACOM/UFBATel: (71)3283-6182E-mail: nicom@ufba.br