Arquivo da categoria: comunicação móvel

Lançamento da edição especial sobre comunicação móvel da Wi: Journal of Mobile Media


Wi: Brasil

O Mobile Media Lab (MML) Montreal-Toronto está feliz em anunciar o lançamento do número especial do Wi. Journal of Mobile Media, disponível on-line em http://www.wi-not.ca/. Os editores convidados, Dr. Fabio Botelho Josgrilberg (Universidade Metodista de São Paulo) e o Dr. André Lemos (Facom/UFBA, Bahia) apresentam neste número nove artigos sobre o contexto específico brasileiro. Todos escritos por autores brasileiros cuja competência e interesse abrangem disciplinas como comunicação, filosofia, semiótica, psicologia social, economia, sociologia e estudos culturais.
Os artigos cobrem uma gama de assuntos incluindo: comunicação móvel, tecnologias móveis no jornalismo, redes sem fio na cidade, mídia locativa, vigilância, espectros políticos e cultura dos motoboys.Wi está livremente disponível on-line e é uma produção colaborativa do MML. Utilizar programas de fonte aberta permite ao Wi mobilizar uma integração de imagens, texto, vídeo e sons. Os artigos estão também disponíveis para impressão em PDF.Visitem o website da Wi e tenham uma excelente leitura.

Conselho Editorial da Wi
Kim Sawchuk
Andrea Zeffiro
Michael Longford
Barbara CrowJanice
LeungSanja Obradovic

**********************************************************

Wi: Brazil

The Mobile Media Lab (MML) Montreal-Toronto, are pleased to announce the launch of special issue of Wi Journal of Mobile Media. It is now available online at http://www.wi-not.ca/.
Guest-edited by Dr. Fabio Botelho Josgrilberg (Metodista, São Paulo) and Dr. André Lemos (Federal University of Bahia) this issue features nine articles that address the specific context of Brazil.
All are written by Brazilian authors whose expertise and interests span the disciplines of communications, philosophy, semiotics, social psychology, economics, sociology, and cultural studies. The topics cover a range of issues including: mobile communication, mobile technologies in journalism, wireless in the city, locative media, surveillance, spectrum politics, and moto-boy culture.
Wi is freely available on-line and is a collaborative production of the MML. Using open-source software allows Wi to maximize the hyper-linked integration of image, text, video, and sound.
Visit the Wi journal website and have a good read!

The Wi Editorial
TeamKim Sawchuk
Andrea Zeffiro
Michael Longford
Barbara CrowJanice
LeungSanja Obradovic

**********************************************************
Wi: Brésil

Le Mobile Media Lab (MML) Montréal-Toronto est heureux d’annoncer le lancement du numéro spécial de Wi. Journal of Mobile Media est disponible en ligne à http://www.wi-not.ca/.
Les rédacteurs invités, Dr. Fabio Botelho Josgrilberg (Université Méthodiste de Sao Paulo) et Dr. André Lemos (Facom-UFBA, Bahia) ont réuni dans ce numéro neuf articles sur le contexte spécifique brésilien.
Tous les textes ont été écrits par des auteurs brésiliens, dont l’expertise et l’intérêt touche des sujets comme la communication, la philosophie, la sémiotique, la psychologie sociale, l’économie, la sociologie et les études culturelles. Les articles couvrent un large éventail thématique, notamment: la communication mobile, le journalisme mobile, les réseaux sans fil dans la ville, les médias de location, surveillance, spectres politiques et la culture des “moto boys”.
Wi est disponible gratuitement en ligne et est une production collaborative du MML. L’utilisation des logiciels libres de source-ouverte permet à Wi l’intégration d’images, de textes, de vidéos et de sons. Les articles sont également disponibles pour l’impression en PDF.
Visitez le site web de Wi. Nous vous souhaitons une excellente lecture!

Comité de rédaction de la Wi
Kim Sawchuk
Andrea Zeffiro
Michael Longford
Barbara Crow
Janice Leung
Sanja Obradovic

Dossiê sobre Comunicação Móvel no Brasil

Acaba de ser publicado o número especial do Wi: Journal of Mobile Media sobre o Brasil com a temática Comunicação e Mobilidade. Tive o prazer de participar desta edição, à convite de Andre Lemos e Fábio Josgrilberg, com o artigo Mobile Technologies as production platforms in Brazilian journalism, onde apresento uma discussão sobre o jornalismo móvel com a indicação de algumas experiências do país a partir do uso de tecnologias móveis e conexões sem fio na rotina jornalística. Esta edição certamente é a publicação que aborda com mais profundidade o fenômeno da comunicação móvel no Brasil como Estado da Arte contribuindo efetivamente para as discussões na área. Abaixo todos os artigos disponíveis para leitura:

It is a great pleasure to present Wi: Journal of Mobile Media’s third issue. What differentiates it from previous issues is its focus on a single country, namely, Brazil. More importantly, with views, cases and theoretical discussions made by Brazilian researchers and artists.

MOBILE COMMUNICATION: THE BRAZILIAN PARADOX
By Eduardo Campos Pellanda

Cell phones are one of the icons of the post-modern age because they represent many possibilities converged in one single device. They connect people, and at the same time, they are used more generally to organize life through textual, audio and video platforms…

LOCATIVE MEDIA IN BRAZIL
By André Lemos

Paradoxically, mobility media are localization media. It is interesting to note that locative media, which emphasize places, are furnished by mobility technologies that combine devices (laptops, smart phones, PDA and…

RISKY APPROXIMATIONS BETWEEN SITE-SPECIFIC AND LOCATIVE ARTS
By Lucas Bambozzi

I’d like to address the term ‘site’ as a field of semantic migrations, as migrations that occur due to cultural dislocations, linguistic operations, technological influences, poetic licenses or theoretical digressions.

“WE ARE AS WE MOVE ON”: MOTOBOYS ICONOMIC EVOLUTION IN SÃO PAULO
By Gilson Schwartz

Man is born free, and everywhere he is in chains. Many a man believes himself to be the master of others who is, no less than they, a slave. How did this change take place? I do not know. What can make it legitimate?

MULTIFACETED COMMUNICATION PROCESSES: WHICH THEORIES?
By Lucia Santaella

In the South American context, especially in Brazil, the main theories adopted by scholars of communication studies for decades have been the critical theories rooted in the Frankfurt School, ?

DISTRIBUTED SURVEILLANCE: VIDEO, MONITORING AND MOBILITY IN BRAZIL1
By Fernanda Bruno

Surveillance and mobility have historically maintained close relations: the demarcation of borders and territorial protections, the control of migration and the flow of people, goods, diseases etc. all represent ancient lineages of the intersections between these two processes (Salter & Zureik,…

MOBILE TECHNOLOGIES AS PRODUCTION PLATFORMS IN BRAZILIAN JOURNALISM
By Fernando Firmino da Silva

Mobile communication studies have expanded from within various disciplinary areas (in sociology, communication, cyberculture and cultural studies, for example), instigated by they way that practices arising from the emergence of new digital mobile technologies1 and wireless connection…

WIRELESS INTERNET ACCESS: THE SAME OLD PROBLEM AND THE CITY?S NEW AGENDA
By Fabio B. Josgrilberg

Over the last few years, the provision of wireless broadband internet access has become part of governmental agendas at all levels, and in many different locations (Middleton & Crow, 2008). This inclusion of yet another ‘new technology’ on the political agenda, however, belies…

CLOUDS OF OPEN CONNECTION: OPEN SPECTRUM, DIGITAL TELEVISION AND DIGITAL INCLUSION
By Sergio Amadeu da Silveira

Low income communities and individuals in Brazil are now grasping the importance of the Internet. The boom in blogs and user-friendly databases worldwide have greatly expanded hypertextual writing and the production of news and information across the web. Even television programs disseminate…

Seminário sobre “Comunicação e Mobilidade” com o professor Antonio Fidalgo

O professor Antonio Fidalgo, da Universidade de Beira Interior (Portugal), ministrará no período de 18 a 20 de março das 14h30 as 17h30 uma série de 3 Seminários sobre o tema “Comunicação e Mobilidade”. Os ocorrerão na Faculdade de Comunicação – FACOM/UFBA.
A série está dirigida especialmente para pesquisadores e estudantes de pós-graduação, porém estudantes de Graduação com interesse em Cibercultura, Jornalismo Online e áreas afins são benvindos. O evento é organizado pelo Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online, coordeado pelo professor Marcos Palacios. As inscrições (gratuitas) serão feitas no local. Haverá uma certificação expedida pelo GJOL/PPCCC.

Penetração das tecnologias móveis

Estou lendo o livro de James Katz “Handbook of Mobile Communication Studies“, lançado este ano. O livro traz uma série de artigos que aborda a comunicação móvel e sua penetração em diversos ambientes da vida social e econômica das pessoas. Este tema é constante no nosso Grupo de Pesquisa em Cibercidades da UFBA visto que a maioria das pesquisas de mestrandos e doutorandos liderados pelo professor André Lemos está voltada para o mapeamento deste fenômeno e a exploração de suas facetas em práticas como mídia locativa, jornalismo móvel, smart mobs.
Bem, fiz este preâmbulo para fazer referência a foto acima registrada num restaurante de Natal durante o INTERCOM 2008, em setembro. A penetração das tecnologias móveis é visível no cotidiano das grandes, médias e pequenas cidades, representada principalmente pelo celular. Mas esta expansão vai além do uso pessoal de telefones móveis para comunicação entre as pessoas, familiares, etc. As empresas e os profissionais de diferentes setores da economia começam a utilizar de forma mais massivas estes dispositivos para agilizar os processos e oferecer mobilidade aos seus profissionais. No jornalismo começa a ser explorado de forma mais efetiva. O IBGE desde o ano passado muniu os recensiadores de palms para as pesquisas. Agora diversos restaurantes e pizzarias também adotam os smartphones e palms para os pedidos em tempo real dos clientes. Em Natal (foto acima) praticamente todos os restaurantes que frequentei durante o período da INTERCOM tinham garções com estes dispositivos para a anotação dos pedidos.
Esta constatação pode até parecer óbvia visto que o uso de tecnologias móveis está se naturalizando na vida contemporânea….

Curso sobre Comunicação Móvel e Web 2.0

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, em conjunto com os grupos de pesquisa, GPC (Grupo de Pesquisa em Cibercidades e GJOL (Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online), da Faculdade de Comunicação da UFBA realizarão nos dias 19, 20 e 21 de agosto, em seu auditório, no horário das 15 às 18 horas, o Seminário “TENDENCIAS EM COMUNICACIÓN MÓVIL Y MÓBILE WEB 2.0. DE USOS LÚDICOS A USOS EMPRESARIALES“.
Tem como convidado, Hugo Pardo, Prof. Dr. em Comunicação Audiovisual (Universidade Autônoma de Barcelona). Ele é professor Titular do Departamento de Comunicação Digital da Universidade de Vic (Barcelona, Espanha), coordenador do Projeto Campus Móvil, autor do livro “Planeta Web 2.0. Inteligencia colectiva o medios fast food“. O seminário visa apresentar um panorama preciso do momento atual de desenvolvimento da Web 2.0, especialmente em relação a sua convergência com os dispositivos comunicacionais móveis. As inscrições serão efetivadas no primeiro dia do evento.

Entrada franca
Informações: NICOM/FACOM/UFBATel: (71)3283-6182E-mail: nicom@ufba.br