Arquivo da categoria: microblogs

Livro “Blogs.com” disponível para download

O lançamento do livro “Blogs.com: estudos sobre blogs e comunicação” (SP, Momento Editorial, 2009), organizado pela Adriana Amaral, Raquel Recuero e Sandra Montardo, ocorrerá amanhã na quinta-feira, dia 22/01, durante o Campus Party, no palco CampusBlog. O prefácio é do André Lemos e posfácio de Henrique Antoun. O livro, que já está disponível completo em PDF em http://www.sobreblogs.com.br/, trata-se de uma obra imprescindível para os estudiosos de blogs e microblogs e demais variantes e está sob licença Creative Commons. Abaixo todos os autores e respectivos capítulos.
SEÇÃO I – BLOGS: DEFINIÇÕES, TIPOLOGIAS E METODOLOGIAS

  • Blogs: mapeando um objeto – Adriana Amaral, Raquel Recuero e Sandra Portella Montardo;
  • Ciberespaço e a escrita de si na contemporaneidade: repete o velho, o novo blog? – Rosa Meire Carvalho de Oliveira;
  • Teoria e método na análise de um blog: o caso Mothern – Adriana Braga;
  • A vitória de Pirro dos blogs: ubiqüidade e dispersão conceitual na web – Marcelo Träsel;
  • Práticas de blogging na blogosfera em língua alemã: resultados da pesquisa “Wie ich blogge?!” – Jan Schmidt;

SEÇÃO II – USOS E APROPRIAÇÕES DE BLOGS


  • O movimento Cansei na blogosfera: o debate nos blogs de política – Cláudio Penteado, Marcelo dos Santos e Rafael Araújo;
  • Contribuição dos blogs e avanços tecnológicos na melhoria da educação – Helaine Abreu Rosa e Octávio Islas;
  • Pedagogia dos blogs: posts sobre o uso da ferramenta no ensino de jornalismo – Rogério Christofoletti;
  • Blogosfera X Campo Jornalístico: aproximação e conseqüências – Leonardo Foletto;
  • Blogs como nova categoria de webjornalismo – Juliana Escobar;
  • Os blogs na web 2.0: publicação e organização coletiva de informação – Maria Clara Aquino;
  • Moblogs e microblogs: jornalismo e mobilidade – Fernando Firmino da Silva

De volta às postagens

Depois de uma temporada de viagem para descansar e visitar familiares, estou de volta às atualizações normais no blog. Para este ano tentarei fazer atualizações mais constantes e sistemáticas e também mudar a cara do blog (quem sabe migrar para o WordPress). Mas tudo dentro de um ritmo compatível com o tempo que terei que me dedicar à pesquisa de doutorado. A expectativa é de muitas novidades e muito trabalho (como de praxe) para o ano de 2009.

Para começar informo que na primeira semana de janeiro participei de um Qiz da VivoBlog sobre jornalismo móvel.

Livro sobre blog
Outra novidade é o lançamento do livro “Blogs.com: estudos sobre blogs e comunicação” no dia 22 de janeiro no Campus Party, em São Paulo, no Palco Blogs, às 14 horas. Organizado por Raquel Recuero, Adriana Amaral e Sandra Montardo o livro traz uma série de artigos sobre blogs e microblogs oferecendo um importante mapeamento conceitual e o estado da arte sobre o tema. Participarei como autor do capítulo “Moblogs e microblogs: jornalismo e mobilidade“. Outros autores presentes no livro são: Adriana Braga, Claudio Penteado, , Helaine Abreu Rosa, Jan Schmidt, Juliana Escobar, Leonardo Foletto, Marcelo dos Santos, Marcelo Träsel, Maria Clara Aquino, Octávio Islas, Rafael Araújo, Rogério Christofoletti, Rosa Meire Oliveira, além das próprias organizadoras. O prefácio do livro é de André Lemos e o posfácio de Henrique Antoun.

O mais importante é que o livro estará disponível gratuitamente em PDF, o que aumentará a circulação e as possibilidades de acesso aos pesquisadores sobre a temática. Assim que o site estiver disponível para descarga informo aqui. Na próxima semana trarei mais novidades sobre o livro.

TV Cultura: na programação, microblogs e transmissão integrada para a Web

Tiago Doria traz um interessante post sobre a transmissão do Roda Viva da TV Cultura que  mistura vídeo, microblogs e transmissão em streaming. Com TwitterMogulus e Cover It Live e a participação ativa do público a TV Cultura é um dos poucos canais de televisão no Brasil a entender para onde caminha as mídias. A integração destes ferramentas estão proporcionando novas potencialidades para coberturas ao vivo. A TV Cultura já vinha experimentando o Twitter.
Em novembro estarei na Metodista de São Paulo apresentando na SBPJor um paper que trata desta interface entre as mídias de massa e as mídias de funções pós-massivas com os novos dispositivos de comunicação que permitem transmissões instantâneas em streaming ou textuais via celular ou outro portátil .  O artigo se chama “Jornalismo live streaming: tempo real, mobilidade e espaço urbano“.  Algumas questões que coloco no artigo são: como estas novas ferramentas estão sendo incorporadas ao jornalismo? Que alterações trará para a produção e difusão de conteúdo jornalístico? Como o cidadão participa deste processo? Que aberturas podem ocorrer com as transmissões no suporte web móvel? Haverá uma competição entre o “ao vivo” da televisão e rádio com o “tempo real” da internet e de dispositivos móveis ou uma reorintação da produção jornalística que compatibilize as diversas aplicações em multi-plataformas? 
Na programação das mesas temáticas da SBPJor também há outros artigos que abordam o Twitter como ferramenta jornalística a exemplo do de Gabriela Zago intitulado o Twitter como suporte para produção e difusão de conteúdo jornalístico; e também o Marcelo Träsel com o artigo O uso de microblog como ferramenta de interação da imprensa televisiva com o público. Será um debate bem instigante tendo em vista o interesse cada vez mais crescente pela temática dos microblogs e das transmissões através destas ferramentas. 
Veja abaixo a descrição da experiência de ontem da TV Cultura por Tiago Dória: 
“Na noite desta segunda-feira, acompanhei a primeira “transmissão experimental participativa” do programa Roda Viva feita pela TV Cultura. A transmissão que, antes era realizada com o auxílio do Twitter, contou desta vez com o uso de uma câmera que mostrava os bastidores do programa ao vivo pela internet.

Você acompanhava o Roda Viva ao vivo pela TV e, ao mesmo tempo, durante o programa ou os intervalos, podia conferir na web uma câmera que mostrava os bastidores. Programa ao vivo na TV. Bastidores ao vivo na web.

Para entender como tudo funcionou entre nesta página. O esquema foi parecido com a integração que a Multishow fez com o Twitter durante a transmissão do Prêmio Multishow.

Em uma página, você assistia à transmissão ao vivo pelo site e acompanhava na mesma tela os comentários feitos por usuários do Twitter sobre o programa no box “Roda Viva no Twitter”.

O uso do box foi um avanço em relação à integração anterior que a TV Cultura fazia com o Twitter. Permitiu que uma pessoa que não tivesse a ferramenta ou nem soubesse o que era o Twitter pudesse acompanhar as mensagens/comentários. Fora isso, fotos eram publicadas direto dos estúdios no box “Fotos dos bastidores” e a cobertura do programa seguia no box “Live blog”.”