Arquivo da categoria: mobile web

Mobile web – crescimento exponencial

O blog do GJOL, via Marcos Palacios, traz hoje um post sobre a previsão de um boom na mobile web até 2012. A notícia publicada na BBC revela que estudo da Intel prevê pelo menos 1,2 bilhões de dispositivos móveis com acesso à internet até 2012. Pelo menos três pontos são importantes salientar nesta rápida evolução da tecnologia móvel: 1.Desenvolvimento de interfaces mais amigáveis para aparelhos tão pequenos (exemplo: iPhone e seguidores); 2.Aplicativos cada vez mais sofisticados que se aproximam muito dos recursos dos desktops; 3. As conexões em expansão embutidas nos aparelhos: 3G, WiFi, WiMax, Blutooth.

As inúmeras pesquisas em andamento em torno de mídias locativas, jornalismo móvel, internet móvel, Flash Mobs, Smart Mobs e jornalismo cidadão móvel buscam entender este fenômeno de multiplas faces com impacto em diversos ambientes sócio-econômico-cultural e tecnológico. No meu campo mais específico de atuação, o jornalismo e o uso de tecnologias móveis e conexões sem fio, tenho mapeado algumas experiências e iniciativas e percebo que os dispositivos móveis se transformaram em uma nova plataforma tanto para produção quanto para difusão de conteúdo dentro do ambiente de convergência em andamento. Uma boa parte dos portais de notícias já oferecem conteúdos específicos para celular ou estão utilizando estas ferramentas como plataformas de produção jornalística. Até 2012 este cenário deve se sofisticar ainda mais e haverá, possivelmente, um boom também de pesquisas para acercar com mais claridade o fenômeno das tecnologias móveis e da mobilidade (ubiquidade, portabilidade) presentes no contexto em discussão.

Mobile web – interfaces, tarifas e perspectivas….

O blog do GJOL e da Gabriela Zago abordam o excelente artigo do Mark Gleiser, do MediaShift (Your Guide to the Mobile Web). Este artigo considero complementar à última postagem deste blog que aponta o crescimento do uso da web em dispositivos móveis, principalmente no iPhone. O comentário da Gabriela é bem pertinente sobre a ainda necessidade de se adaptar o conteúdo para celulares e smartphones que não possuem a interface moderna e eficiente do aparelho da Apple. Em artigo que escrevi recentemente (ainda não publicado) exploro a questão das interfaces dos dispositivos móveis ainda como um obstáculo para o desenvolvimento do jornalismo móvel. O iPhone ajuda na navegação, mas como nem todos os aparelhos apresentam a mesma funcionalidade o uso de imagem em zoom, por exemplo, é um problema. Outro implicação associada ao uso de imagens e vídeos é a banda estreita que perdura ainda nos celulares digitais de segunda geração, o que deve ser solucionado com a banda larga 3G do celular. Mas como a maioria de celulares e smartphones não são touch screen e nem têm zoom (como no iPhone) há necessidade de se desenvolver formatos de páginas em padrões especificos para mobile web para facilitar a leitura.
Atualmente dos meus acessos diários à rede, aproximadamente 60% são realizados através de mobile web (via smartphone). Os grandes sites jornalísticos como Estadão, O Globo, Folha Online, New York Times estão em formato wap ou mobi. Mas a maioria dos sites da rede permanece com sua versão original para navegação em desktop. Quem não possui planos de dados não compensa navegar pela web através de celulares. E mesmo para os que têm planos ainda enfrentam o alto custo da tarifação das operadoras de telefonia brasileiras. É um absurdo!