Arquivo da categoria: portabilidade

tv móvel no iPhone


A tv móvel ganha fôlego. A Apple aprovou aplicativo France 24 da tv francesa que possibilita transmissão em streaming no iPhone via 3G. Antes já estava viabilizada em redes Wi-Fi. A CBS, dos Estados Unidos, também anunciou transmissão em streaming para iPhone e Ipods e navegação por todo o conteúdo do site tv.com. Portanto, antes mesmo da tv digital móvel se consolidar (o celular, neste caso, precisa ser compatível para receber sinal de tv digital aberta), as redes de tv estão encontrando uma forma mais prática via iPhone tendo em vista o crescimento do número de usuários no mundo e o número crescente de aplicativos disponíveis.

Por trás desta notícia está a questão da mobilidade e da portabilidade. Para nós pesquisadores um cenário cada vez mais complexo para analisar o campo da comunicação/jornalismo/cibercultura diante de uma produção e de um acesso em mobilidade e não mais centrado em desktops ou uma audiência de frente a uma televisão de 30 polegadas (no caso da recepção do sinal). Com celulares mais dinâmicos e completos a comunicação parece está virando de cabeça para baixo no início deste século e abrindo espaço para diversas questões.

Portabilidade e web como plataforma

Nos últimos dias o blog Comunicamos, do João Simão, de Portugal, vem abordando dois assuntos que me interessam muito. A portabilidade do pendrive com uma infinidade de aplicativos que facilita sua navegação por computadores de universidades, lan houses, ou seja, um computador que não é o seu. Isto facilita imensamente a vida, principalmente quando estamos em viagem. Já abordamos por aqui este tema também (veja). E outro ponto em discussão no blog Comunicamos foi a questão da web como plataforma de produção. No post ferramentas online apresenta-se algumas ferramentas disponíveis na web que substituem integralmente os programas (com copyright) do tipo office da microsoft como o Google Docs. O livro Planeta Web 2.0 (disponível de graça), lançado no ano passado, também deu destaque para este ponto da transformação na web em plataforma de produção.

Ambas as condições andam juntas quando se deseja portabilidade e mobilidade.

TV digital no celular=portabilidade

Notícia do Globo Online destaca que a portabilidade de assistir tv por dispositivos móveis (principalmente no celular) ainda deve demorar no Brasil. Entretanto, em 2008 chegam os primeiros aparelhos de celular prontos para assistir televisão digital. Um fato importante é que o sistema brasileiro permite o acesso sem necessitadade pagar as operadoras de telefonia pelo uso, como ocorre com os outros serviços de dados como acessar internet e baixar emails. A portabilidade é o grande atrativo da tv digital porque permite que as pessoas assistam tv em qualquer lugar e com qualidade. Como a TV digital brasileira ainda está em processo de expansão (só é assistida por enquanto em São Paulo), a questão da portabilidade acompanha esse processo. Quanto ao ainda vai demorar, imagino que nem tanto. Tudo que se trata de telefonia móvel é rápido…

iPods: mais recursos e capacidade de armazenamento

Os novos iPods repaginados com recursos do iPhone apresentam de uma forma cada vez mais consistente quatro características que se desencadeiam com vigor: portabilidade, capacidade de armazenamento, recursos multimídia e tela sensível ao toque (touch). Com o lançamento do iPhone no final de junho, os aparelhos de celular/smartphones se reinventaram e são cada vez mais agregadores de uma série de recursos muito próximos dos computadores de mesa (e superando estes em alguns itens). O iPod, o iPhone e uma série de telefones móveis que surgem incorporam cada vez mais a idéia de mini, mas potentes. A linha nova dos iPods apresentam mais capacidade de armazenamento que muitos desktops e notebooks do mercado. Com até 160 GB de memória os aparelhos impressionam. Voltaremos a falar sobre o assunto em breve.
fernando f. silva

celular para substituir computador

Axel Meyer, designer-chefe da Nokia, fala em entrevista a Folha de S.Paulo sobre a possibilidade real do celular substituir o computador devido a sua plataforma cada vez mais multimídia e portátil. Trecho da entrevista: “Em muitos casos, o celular já substitui um PC, porque o celular também pode ser um computador multimídia. Os aparelhos Nokia Nseries, por exemplo, são sofisticados, oferecem muitas funcionalidades e ainda são discretos. Esses dispostivos permitem uma boa experiência de navegação na internet”.