Arquivo da categoria: terceira geração

Tecnologia 3G em transmissão ao vivo no portal Jornal NH Online

O Jornal NH Online, de Novo Hamburgo -RS, está realizando reportagens ao vivo com o uso de tecnologia de terceira geração (3G). A primeira reportagem do gênero em um portal de notícia na web brasileira ocorreu no dia 30/05 pelo Jornal NH numa reportagem sobre a baixa temperatura na região e durou quatro minutos. Para as transmissões estão sendo utilizados celular Nokia N95 de terceira geração e o software americano Qik. As matérias que forem exibidas em tempo real/streaming ganharão um selo indicando que está sendo gerada com tecnologia 3G. A idéia do portal, vinculado ao Grupo Sinos, é adotar a prática do jornalismo móvel nas reportagens de campo em tempo real para oferecer mais velocidade na transmissão de notícias e entrevistas. O diretor do Grupo Sinos, Fernando Alberto Gusmão, considera que o jornalismo móvel é uma tendência mundial.
As reportagens transmitidas ao vivo são posteriormente disponibilizadas no site com o texto explicativo “como funciona o jornalismo móvel“:Grupo Sinos está inovando ao entrar para o jornalismo móvel, uma tendência mundial que vem crescendo nos últimos meses. Tecnicamente, as reportagens ao vivo são veiculadas em Real-time video Streaming, um tipo de transmissão de dados que permite que o vídeo que está sendo captado na fonte seja disponibilizado pela Internet ao mesmo tempo em que está sendo produzido. O repórter utiliza um aparelho celular com câmera embutida que, através de conexão 3G, envia os dados ao servidor, de onde são colocados diretamente ao alcance dos internautas.”

via Lambida Digital

iPhone 3G e as novas ferramentas para o jornalismo móvel

O iPhone 3G foi anunciado por Steve Jobs. Vamos a algumas observações iniciais. A introdução do 3G e do GPS já eram esperados e não foram novidades. A velocidade do celular da Apple superior em até 36% em relação ao Nokia N95 e Treo750 é positivo e força os outros celulares a buscar a mesma performance. A bateria pode durar até cinco horas de conversção no modo 3G e 10 horas no modo 2G. Um dos pontos fortes de um aparelho 3G é a possibilidade de se fazer ligação com videochamada e o iPhone não traz câmara na parte de frente para o uso deste recurso. Além do mais não veio com câmara para filmar. Estes dois pontos foram falhos na versão 2 do dispositivo.

Duas novas ferramentas chamaram a atenção. O iPhone vem com suporte para blogs (o TyperPad) que permitirá a postagem direto do celular com o anexo da foto. A outra ferramenta (Mobile News Network) foi desenvolvida junto com a agência de notícias Associated Press. O repórter poderá acessar ou enviar reportagens a partir do iPhone. São aplicativos que potencializam o jornalismo móvel. O iPhone se aperfeiçoa rapidamente e, de fato, está se transformando num paradigma em termos de dispositivo. Na versão 3 é possível que a sofisticação do aparelho chegue ao máximo de perfomance.

Video Atendimento na tecnologia 3G

A tecnologia de terceira geração 3G está gerando novas práticas e novos serviços no Brasil desde que foi implantada em novembro de 2007 e expandida em 2008 com o leilão para exploração das frequências. A conexão de alta velocidade permite que se faça upload e download de arquivos tão pesados quantos os que se raliza no desktop. A navegação na internet em banda larga é outra vantagem do 3G. Mas é com a possibilidade de se realizar chamadas com video, a videochamada em tempo real, que o serviço pode ganhar novos contornos como, por exemplo, a transmissão por celular para um canal de TV como vem fazendo a TV Band.

Uma nova utilidade para a tecnologia foi criada pela operadora Claro: o Vídeo Atendimento 3G, ou seja, agora o cliente da operadora que tenha plano 3G pode ser atendido pelo celular com áudio e vídeo entre 8 e meia-noite. Basta ligar para o número *34. A única notícia desagradável é que ao contrário dos contatos gratuitos feitos para a central, este serviço de Video Atendimento é cobrado, 60 centavos por minuto. A ficção do desenho dos Jetsons se tornou realidade.

Jornalismo da Band transmite ao vivo via celular com tecnologia 3G

O jornalismo da TV Band fez hoje a primeira transmissão ao vivo direto de um celular com tecnologia de terceira geração (3G), a banda larga da telefonia móvel. A partir de agora os repórteres da emissora utilizarão o dispositivo para transmitir em tempo real e utilizar como plataforma de produção. Uma parceria com a operadora TIM foi firmada para o uso neste sentido. A TIM lançou hoje o seu serviço de rede 3G em seis capitais (Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Recife e Salvador. São Paulo e Rio entram posteriormente após liberação da Anatel. A velocidade prometido para a rede 3G da TIM pode chegar a 7 Mbps.
.

Veja trechos da reportagem no Jornal da Banda ou assista o vídeo:

O jornalismo da band ganhou mais um aliado para trazer informação rápida e precisa aos telespectadores: os celulares com tecnologia 3G. O sistema leva aos telefones móveis a banda larga, ou seja, com mais capacidade para transmitir informação com rapidez e qualidade, isso inclui repórteres, que poderão fazer entradas ao vivo a qualquer hora e de qualquer lugar que tenha cobertura de celular. A Band fez hoje a sua primeira transmissão deste tipo na edição do São Paulo Acontece direto do Ibirapuera […] O jornalismo da Band passa a contar com uma ferramenta que o jornalismo em tempo real transmitido pelo celular“.
.
P.S: Na reportagem da Band foi anunciado que a emissora estaria utilizando o celular de forma pioneira na cobertura jornalística. Entretanto, desde o dia 26 de novembro a TV Jornal, do Recife, utiliza celulares Nokia N95 com tecnologia 3G da Claro na sua programação jornalística através do projeto Notícia Celular, como já foi relatado aqui no blog em várias ocasiões como aqui, aqui, aqui e aqui. Coberturas do carnaval de Recife/Olinda, acidentes de trânsito, visita do presidente Lula, jogos de futebol e outros acontecimentos já foram realizados pela TV Jornal e o portal JC Online vem utilizando para atualização de notícias em tempo real.
Pelo menos em termos de rede nacional e ao vivo a Band realmente passa a ser pioneira na televisão. No mais, esta iniciativa reforça a constatação do crescimento do jornalismo móvel e do uso do celular como dispositivo híbrido (como afirmam André Lemos e Paul Levinson).

Evento discutirá cenário 3G

Nos dias 15 e 16 de abril ocorrerá no Rio de Janeiro o “Rio Wireless International Conference” (Sistemas Móveis para a Terceira Geração). O evento debaterá desde aspectos regulatórios a tv no celular, acesso a internet no celular, novos cenários e novas aplicações sobre a tecnologia de terceira geração (3G). A programação completa está aqui. É importante ressaltar que o leilão, realizado em dezembro, que licitou as frequências e as 11 regiões a serem exploradas pelas operadoras de telefonia devem funcionar para valer a partir deste ano. A Claro já vinha operando desde o ano passado. Mas A Tim e outras operadoras devem começar ainda neste primeiro semestre. A questão da terceira geração e seus desdobramentos (principalmente em relação ao jornalismo) tem sido abordado neste blog desde o ano passado.

P.S.: Em maio estarei na Flórida, Estados Unidos, participando do painel “New Media: Cell phone, YouTube, Bloggers and Internet” e apresentando algumas experiências brasileiras sobre o uso de tecnologias móveis digitais e de celulares de terceira geração (3G) no jornalismo. Mais a frente passarei mais detalhes sobre o evento.